O plano de execução estimado é criado sem executar uma consulta de fato. As estimativas são baseadas nas estatísticas da(s) tabela(s) envolvidas na consulta e recursos do servidor. Este recurso pode ser usado em qualquer código T-SQL.

Normalmente, o plano estimado e o plano atual tem representação gráfica semelhante, mas podem diferir nos casos em que as estatísticas de tabela estejam desatualizadas.
Não é possível trabalhar com plano estimado em T-SQL que cria objetos dinamicamente, como tabelas temporárias, por exemplo.

Um plano de execução estimado é uma boa pedida quando a consulta leva muito tempo para ser executada, ou demande muitos recursos da instância do SQL Server.
Pessoalmente, utilizo bastante este recurso, porém sempre comparo com plano atual, depois de chegar a um resultado, que considero satisfatório.

Para disponibilizar a visualização gráfica (é possível alterar para modo XML, por exemplo), você pode selecionar um trecho de código T-SQL e pressionar as teclas de atalho: Ctrl + L. Também é possível fazer isso via menu (nesse caso, ficará disponível para qualquer execução, limitada a aba SSMS). Pra isso vá em: Query > Display Estimated Execution Plan

Você pode exibir o plano de execução atual, pressionando CTRL + M ou via menu: Query > Includente Actual Execution Plan

Espero ter ajudado!
Até a próxima!